Arquivo da tag: Ian McCall

Pitacos e histórias bacanas do UFC on FX2: Alves x Kampmann

Thiago Alves na pesagem do UFC on FX2 - Foto: Josh Hedges/Zuffa

Thiago Alves na pesagem do UFC on FX2 - Foto: Josh Hedges/Zuffa

Presunçoso o título desse post, não? O UFC on FX 2, nesta sexta-feira, na Austrália, tem um card dos mais divertidos. Um lutão, e teríamos um baita UFC. Como é um evento menor, faltou esse “lutão”, mas a diversão são garantida.

Começando pelo fim, o combate principal reúne o brasileiro Thiago “Pitbull” Alves e o dinamarquês Martin Kampmann. Os dois são velhos de guerra em matéria de UFC, já deram e levaram muita porrada, e o confronto promete.

Thiago é um daqueles caras que você olha e fala: não dá para ele perder. Tem uma mão pesada pra caramba e um chão dos mais eficientes. O problema dele sempre foi o peso, ou, segundo a sua equipe, a imensa facilidade que ele tem para reter água no organismo. O conheci no UFC 100, em Las Vegas, em julho de 2009, e mesmo lá, ele sofreu para bater o peso e disputar o cinturão contra Georges St-Pierre.

Minha expectativa é de uma luta rápida, dois rounds, no máximo. Pitbull é agressivo, e Kampmann não fica atrás. O dinamarquês também sabe bater e tem um excelente repertório no chão. Enfim, um baita combate.

Sei que é a estreia do peso mosca no UFC, mas, para mim, não tem muito segredo. Dana White já falou que, quem vencer dos dois duelos, vai lutar pelo cinturão, provavelmente ainda neste ano. Vou no óbvio: Joseph Benavidez e Demetrious Johnson batem Yasuhiro Urushitani e Ian McCall, respectivamente, e depois se enfrentam pelo título.

Falando em título, o deste post citava histórias bacanas, mas, até agora, foi só achismo. Depois da enrolação, abaixo, algumas curiosidades do card australiano. E, claro, os tradicionais pitacos.

– O inglês Oli Thompson tinha fama em outra organização antes de entrar no UFC: ele participou de trocentos eventos do “Homem Mais Forte do Mundo” e foi vencedor da disputa na Grã-Bretanha em 2006.

– Daniel Pineda nasceu em Dallas, no Texas, e lutou 20 de suas 23 lutas (15 vitórias) em seu Estado natal. Dois combates foram na na vizinha Louisiana (duas derrotas) e um no Tennessee (uma vitória). Será seu primeiro evento fora dos EUA.

– Vocês se lembram de Steve Irwin, o “Caçador de Crocodilos”, que morreu em 2006 após ser atingido por uma ria? Pois Kyle Noke foi, por três anos, segurança do cara, e trabalhava com ele quando aconteceu a tragédia. O americano já lutava, mas foi a morte do chefe que o levou de vez para o MMA.

CARD PRINCIPAL
– Thiago Alves (BRA) x Martin Kampmann (DIN) – meio-médio
– Vamos pelo coração. Pitbull vence por nocaute.

– Joseph Benavidez (EUA) x Yasuhiro Urushitani (JAP) – moscas
– Benavidez confirma o favoritismo, mas só na decisão dos juízes.

– Demetrious Johnson (EUA) x Ian McCall (EUA) – moscas
– Johnson é um baita lutador e vence por submissão.

– Court McGee (EUA) x Constantinos Philippou (CHP) – médios
– Taí uma luta bem imprevisível e, por isso, meu palpite será pelo coração: é muito carisma ser lutador de MMA no Chipre, então, Philippou leva por nocaute.

CARD PRELIMINAR
– James Te Huna (NZL) x Aaron Rosa (EUA) – meio-pesado
– A mão de Rosa é pesada, mas Te Huna é guerreiro e vence por nocaute.

– Antonhy Perosh (AUS) x Nick Penner (CAN) – meio-pesado
– O veterano Perosh vem de duas vitórias, mas aposto no estreante – e invicto – canadense em decisão dos juízes.

– Cole Miller (EUA) x Steven Siler (EUA) – pena
– A experiência de Miller fala mais alto, e ele vence por decisão.

– Kyle Noke (AUS) x Andrew Craig (EUA) – médios
– Noke vence o estreante por nocaute.

– TJ Waldburger (EUA) x Jake Hecht (EUA) – meio-médio
– Lutinha enrolada, mas Waldburger (nome legal de falar) vence por nocaute.

– Mackens Semerzier (EUA) x Daniel Pineda (EUA) – pena
– Pineda vence por submissão.

– Oli Thompson (ING) x Shawn Jordan (EUA) – pesados
– Duelo de estreantes no UFC. Thompson por nocaute.

Deixe um comentário

Arquivado em Lutas, MMA