Grêmio, “panejamento”, “pôjeto” e o preço do “pofexô”

Luxemburgo no Grêmio - Foto: Reprodução / Site oficial do Grêmio

Luxemburgo no Grêmio - Foto: Reprodução / Site oficial do Grêmio

O Grêmio fez bons negócios no início da temporada. Se está jogando bem, se deu liga, é outro papo, mas não dá para reclamar que o clube não se mexeu no fim do ano. Entre outros, contratou Marcelo Moreno e Kléber, que podem formar uma boa dupla de ataque. Trouxe Marco Antônio antes de perder Douglas. Negociou Adílson, mas se reforçou com Léo Gago. Enfim, o bom elenco do ano passado ganhou umas peças bacanas para 2012.

Ah, o time mudou de técnico. Saiu Celso Roth e veio Caio Júnior. Era o nome certo? Ele encontrou o time?Pecou pelas troca seguidas na equipe? Não sei, mas tenho certeza que ele não teve tempo para trabalhar. Contratar um cara no dia 5 de dezembro e demiti-lo 77 dias depois é atestar incompetência. E, claro, jogar o atestado no colo do treinador.

Várias cartas na mesa, boatos aqui e ali, e o escolhido foi Vanderlei Luxemburgo. Porto Alegre vai receber, pela primeira vez, o “panejamento, o pôjeto do pofexô”. E aí, eu pergunto de novo: era o nome certo? Há alguns anos, eu diria que sim. Mas, hoje, a resposta é simples: não.

Ouso dizer que Luxemburgo foi um dos melhores treinadores da história do país. Foi a mente brilhante que comandou times brilhantes. Sem pensar muito, posso dizer que talvez tenha sido, depois de Telê, o técnico que eu mais gostei de ver no comando. Isso, até, digamos, o Santos de 2004. Dali em diante…

Nos últimos anos, Luxemburgo protagonizou uma sucessão de erros e equívocos bizarros no comando de tudo que é time, incluindo o Real Madrid. Ele poderia ter se eternizado, virado um daqueles anjos sagrados do futebol mundial, mas se perdeu. Os motivos, bem, vocês sabem…

Agora, é a vez de o Grêmio pagar para ver. Curioso é que uma propaganda no site oficial do clube diz que “O Grêmio tem um plano para quem vibra com o clube”. Impressiona como ainda tem gente que acredita nele, que cai na ladainha do “pôfexo”, falando de “panejamento” e “pôjeto”. A lábia e a lógica luxemburguianas são boas, quase imbatíveis na teoria, mas o preço que se paga é alto demais. Luxemburgo, também. Aliás, hoje, Luxemburgo, de graça, é caro. Espero errar nessa, mas o Grêmio já já vai sentir saudades de Caio Júnior.

Deixe um comentário

Arquivado em Futebol

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s