Durant, o melhor da NBA sem NBA

Durant enterra na greve da NBA - Foto: Reprodução de TV

Durant enterra na greve da NBA - Foto: Reprodução de TV

A NBA está prestes a voltar, e todo fantático por basquete não vê a hora de isso acontecer. A greve teve algo de bom, sim: serviu para que acompanhássemos como os feras trataram o período de descanso. E Kevin Durant sobrou.

Teve jogador que colocou o passaporte em dia e viajou o mundo inteiro, como Dwight Howard. Outros ampliaram a agenda de compromissos com os patrocinadores, como LeBron James. Alguns misturaram passeios com publicidade com vida social, como Kobe Bryant. Outros casaram e já separaram, como Kris Humphries. Todos, sem exceção, entraram em quadra em algum momento. Mas ninguém jogou tanta bola como Durant.

Claro que o período maior de férias serve para que os atletas coloquem as baterias em dia e recuperem a energia. Foi o tempo de passear e rever a família. Mas, como todo fim de ano de futebol, jogador não consegue ficar longe da bola. Sem a NBA, as Ligas de verão e uma série de jogos beneficentes pipocaram ao redor do mundo. Durant parecia que estava em todos eles.

Não vi nenhum levantamento de minutos em quadra, mas tenho a impressão que a estrela do Oklahoma City Thunder foi quem mais bateu sua bolinha na greve. Mais do que isso, jogou bem, muito bem mesmo. Ao fim de tudo que era jogo, o que se via era um Durant com 30, 40, 50 pontos. Sobraram dribles e enterradas para todos os gostos.

É necessário ponderar que um jogo fora de competição tem um jeitão de pelada, com o objetivo de divertir, tanto o público como quem está em quadra. Vendo por esse ângulo, Durant foi a grande diversão da greve.

Abaixo, um vídeo com grandes momentos de Durant no período sem NBA. Sabe aquele DVD que os empresários fazem dos seus jogadores? O clipe poderia bem ser usado pelo ala para mostrar como ele passou bem as suas férias. Um dia, se um futuro filho de Durant perguntar sobre o “locaute”, a resposta está na ponta da língua: “moleque, eu fui o melhor da NBA sem NBA”.

P.S.: O que quer dizer o fato de Durant ter sido o melhor da NBA durante a greve? Nada. A temporada dele pode ser ridícula, mas vai me dizer que não que é bacana ver o que ele fez nas férias forçadas?

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Basquete, NBA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s