Serginho, o melhor líbero do mundo, e uma opinião sobre os Jogos Olímpicos do Rio

Serginho na seleção brasileira - Foto: Silvio Ávila/CBV

Serginho na seleção brasileira - Foto: Silvio Ávila/CBV

Serginho, o Escadinha, líbero da seleção masculina de vôlei. Zilhões de títulos. Indiscutivelmente, o melhor líbero do mundo, talvez, o melhor da história desde que a posição foi inventada. Saiu de Pirituba para conquistar o mundo com o vôlei. Dois ouros olímpicos, 500 títulos da Liga Mundial, enfim, é o cara.

Ele foi o entrevistado do programa “Agora É Tarde”, de Danilo Gentili, na Band, na madrugada desta sexta-feira. Falou muita bobagem, deu risada, se divertiu, enfim. Mas falou coisa séria e opinou sobre o fato de o Brasil ser a sede dos Jogos Olímpicos de 2016 (acho que vale para a Copa de 2014 também).

Não sou eu, um mero jornalista, falando. É um cara que ralou muito para disputar as duas Olimpíadas que disputou e chegar onde chegou na carreira. Concorde ou não com o que ele fala, vale para reflexão:

“Acho que tem condições de fazer [as Olimpíadas], mas acho que tem outras prioridades no Brasil.”

“A gente vê que o Brasil tem uma desorganização total não só na área de esporte, em outras áreas. Para trazer um evento desse que é mágico e é gigantesco, é complicado, precisa de uma estrutura fenomenal.”

“Eu falo disso porque eu sou de um bairro que é muito humilde, e a rua da minha mãe não tem asfalto. Então não vou chegar e não vou ficar falando que o Brasil… Tem condições, tem. Mas acho que as prioridades são outras.”

“Se você for na periferia de São Paulo, quantas ruas não têm, quanta gente não perde casa, e vão ser gastos milhões e milhões e milhões.”

No vídeo abaixo, a íntegra da entrevista de Serginho. Ele fala sobre as Olimpíadas no Brasil a partir de 11min50:

P.S.1: Será que vai rolar alguma represália contra o Serginho?
P.S.2: Serginho, Escadinha, tanto faz. Ele mesmo falou que gosta do apelido. Acho que isso encerra uma babaca polêmica sobre o assunto.
P.S.3: A foto que ilustra esse post parece piegas, mas foi escolhida a dedo para um momento de reflexão. Ser patriota, vestir as cores do país, ser cidadão, enfim… Tudo isso é algo praticado no dia a dia, no cotidiano, ou de quatro em quatro anos, com corneta e dia de folga no trabalho? A se pensar.

1 comentário

Arquivado em Copa do Mundo, Olimpíadas, Vôlei

Uma resposta para “Serginho, o melhor líbero do mundo, e uma opinião sobre os Jogos Olímpicos do Rio

  1. Serginho do volei como homem e atleta é uma pessoa de carater , coisa rara no mundo e no esporte!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s